sábado, 3 de outubro de 2009

Até sempre...

Conheci o Gaspar há 9 anos atrás, altura em que com 4 mesitos apenas se aventurava na vida e com as pessoas, e decidiu parar a sua jornada à porta de casa dos meus sogros. Nesse dia que ficou para sempre marcado, o Gaspar decidiu juntar-se à familia que o acolheria durante toda a sua vida e escolheu o meu maridinho como seu fiel protector.
O Gaspar sempre se destacou pela sua capacidade de comunicação e interacção, mas sobretudo pelo seu doce sorriso! Não sabiam que um gato sorri?!?! Haviam de o ter conhecido! Sorriso felino mais terno que eu já conheci!
Além de Gaspar, eu e o L, sempre apelidamos o Gaspar como Salvador, pois sempre que ouvia alguém em apuros, ele logo vinha a correr e a "falar" para perceber o que se passava! Ao longo de todos estes anos fomos crescendo juntos e amadurecendo. Quando eu e o L fomos viver juntos decidimos que seria melhor para o Gaspar ficar em casa dos meus sogros, por recearmos que ele sentisse muita falta dos seus outros companheiros de casa...hoje percebemos que não teria mal...pois quem de facto importava para ele eramos nós.
Há uns meses atrás, numa ida a casa dos meus sogros percebemos que algo estava mal...e providenciamos tudo o que estava ao nosso alcance para perceber o que se passava. O Gaspar foi à Dra. L. e foi-lhe diagnosticado um hipertiroidismo e uma séria de défices associados à doença...nesse dia o Gaspar rumou a nossa casa e aqui ficou, integrando-se na dinâmica da casa e enriquecendo-nos com a sua beleza e doçura. Trouxe mimo, muito mimo a todos nós e estabeleceu uma relação muito próxima com o Baby...mesmo antes de saber que estava grávida o Gaspar vinha pousar as patinhas em forma de abraço na minha barrigota e encostava a cabecinha ficando horas...

Para quem entende sobre trocas energéticas, desde logo percebi as interacções energéticas e a comunicação entre o Baby e o Gaspar...é uma experiência fantástica e que eu tive o previlégio de testemunhar e viver!

Hoje homenageio um dos seres mais bonitos que alguma vez tive o prazer de conhecer, hoje que já consigo, celebro a vida do Gaspar que na manhã de 30 de Setembro partiu deixando-nos com uma saudade que doi, doi muito. Com a qual teremos de aprender a viver...
Obrigada meu anjo por nos teres permitido fazer parte da tua vida, por nos teres brindado com tanta doçura e afeto, pelas lições de todos os dias, pela paciência sempre demonstrada com o L nos dias em que se sentia impotente por tu não quereres fazer a medicação, obrigada pelos miminhos na barrigota e pela demosntração de amor pelo Baby que desde cedo começaste a cuidar! Aprendemos muito contigo!
Sabemos que alcançaste a paz e que estás bem, deixaste para trás a dor e a doença. Até sempre meu anjo...sei que estarás e presente e que cuidarás sempre do Baby...
.

3 comentários:

Lisandra Serrão disse...

Ohhhhh...Como te compreendo! É uma dor tão grande!!!Já chorei muito por ver os meus meninos partir :( Mas ficam as boas recordações.

Bjokas para ti e para o baby.

Sónia Natividade disse...

Quem ama gatos sabe o quanto doi a partida.
Até sempre Gaspar.
Desculpa a lágrima no canto do olho.

Ana Margarida disse...

Boa sorte com a tua cria! E viva o vegetarianismo!